quarta-feira, 3 de junho de 2009

Ermida de Santa Luzia


Ermida de Santa Luzia.





A Igreja Matriz ou Ermida de Santa Luzia fica localizada na freguesia de PIAS, a cerca de 2,5 km da vila de PIAS, no Vale da Amoreira. A Ermida tem um enquadramento rural, fica relativamente isolada da vila de PIAS. Está rodeada por terrenos agrícolas, junto ao antigo cemitério.Esta ermida foi provavelmente construída durante a Idade Moderna, ou seja em finais do Século XV e ou princípio do Século XVI, mas ao certo não se sabe a data da sua construção nem quem a mandou construir. A lenda conta-nos que andavam uns pastorinhos que guardavam os seus rebanhos quando foram surpreendidos com o aparecimento de uma linda senhora. Como os pastores ficaram muito admirados com a aparição, a senhora sossegou-os dizendo-lhes que se chamava Luzia e que fugira de Saragoça, onde se encontrava em guerra e pediu-lhe que ali fosse erguida uma igreja da sua invocação. Os pastores foram logo dizer á povoação o que tinha acontecido.
O povo pensou construir a igreja num sítio alto, só que , sempre que queriam transportar os materiais de construção para o cabeço, as carretas partiam-se ao passarem por o sítio da aparição . Até que o povo decidiu fazer como queria a santa e o vale passou a chamar-se, Vale de Santa Luzia.
A lenda diz-nos também que os espanhóis depois de acabar a guerra vieram buscar a imagem para Saragoça e os habitantes da freguesia mandaram fazer outra igual.No entanto rezam as crónicas de que, quando D. Nuno Álvares Pereira por aqui passou numa visita que fizera ao Convento do Carmo de Moura, este foi mandado parar por um grupo de pessoas do lugar, que lhe pediram ajuda para a reparação da ermida, ao que D. Nuno Álvares Pereira ( O que é hoje , Beato Nuno de Santa Maria) acedeu dando-lhes um saco de dinheiro. Pensa-se portanto que poderá ter sido D. Nuno Álvares Pereira que mandou edificar a ermida.






A ermida é constituída por uma só nave abobadada, possuindo pilares de apoio de arco triunfal com bases e capitéis manuelinos e de uma pequena sacristia coberta por uma abóbada. Possui também uma fachada com sineira lateral.
A ermida tinha quatro altares:Altar-mor de talha dourada, no qual estavam o Senhor Jesus, a Senhora da Assunção (Santa Maria) e Santa Luzia.Altar do Calvário com um grande Cristo crucificado.
Altar de São Luís assistido do Patriarca São Francisco e da gloriosa Santa Bárbara.Altar das Santas Almas que constava da assistência de Santo André e São Miguel, tendo ao fundo uma pintura de Nossa Senhora do Carmo.Nas paredes ainda se vêem os restos de uns frescos (que foram indevidamente caiados) representando Santo André, Nossa Senhora da Assunção e a visita de Nossa Senhora Santa Isabel.Além do antigo cemitério, hoje abandonado devido à construção de um novo junto da vila, existe ainda uma casa em ruínas que serviu de residência aos ermitões. Local onde hoje se faz o leilão de oferendas a São Luís (Padroeiro dos animais). Nos dias de hoje, a ermida só tem vestígios, do que foi no passado a ermida, porque até o sino foi roubado, bem como os outros bens.

Ermida de Santa Luzia
Tás muito bem situada
Já te roubaram o sino
Já não dás mais badaladas.

Já não dá mais badaladas
Em dias de romaria
Tás muito bem situada
Ermida de Santa Luzia.

A tua igreja matriz
Hoje está muito velhinha
Já não tem as suas pinturas
Está agora caiadinha.

Uma missa é celebrada
Uma vez por ano na matriz
Na presença da imagem de Sª. Luzia
E em honra de São Luis.

Fotografia da ermida.

2 comentários:

aninhas disse...

gosto muito da santa Luzia.........

Anónimo disse...

É o trabalho mais espectacular que já vi, pelo empenho, dedicação e amor colocado em cada tarefa, os meus parabens.

Lucília